Conheça 5 ações de engajamento no Facebook que dão MUITO certo!

Criar ações de engajamento no Facebook é um grande desafio para empresas que buscam relevância nas redes sociais. Sabe aquela publicação que você jurava que ia fazer sucesso, mas recebeu poucas interações? É uma situação chata, mas não é motivo para se abalar. Nessas horas, devemos analisar a situação para descobrir onde erramos.

As redes sociais são excelentes meios para alcançar o público-alvo sem precisar gastar uma verba absurda. Antes da popularização da internet, só era possível chegar ao mesmo número através dos veículos de comunicação em massa tradicionais.

No entanto, nem todos podiam bancar esse privilégio. Então, não é difícil entender por que tantas pessoas passaram a buscar as plataformas digitais para as suas campanhas de marketing. Quer conhecer quais ações de engajamento no Facebook você deve adotar? Continue a leitura e confira!

1. Aproveitar o assunto do momento

No ano de 2017, em meio às denúncias de corrupção política no país, o perfil norte-americano da série House of Cards, da Netflix, postou a seguinte frase no Twitter: “Tá difícil competir”. Desse jeito mesmo, em português.

Por se tratar de uma série em que os políticos fazem de tudo para conseguir mais poder, os brasileiros entenderam a mensagem e rapidamente o tweet viralizou.

Nesse caso, o responsável pela mensagem bem-humorada se mostrou antenado com o que estava acontecendo em nosso território e utilizou essas informações para interagir com os usuários, além de promover a série. Ou seja, o timing foi perfeito.

2. Usar os hábitos da audiência em seu favor

A Netflix é campeã de ações bem-sucedidas nas mídias sociais. Certa vez, utilizou os hábitos dos assinantes para criar uma publicação de muito sucesso: um atestado para os usuários levarem ao trabalho, alegando que fizeram maratona de séries ou filmes e, consequentemente, tiveram poucas horas de sono.

Como o serviço de streaming libera todos os episódios das séries de uma vez, os usuários têm o costume de fazer maratona para assisti-los. Sabendo disso, a Netflix criou essa brincadeira e conseguiu bastante engajamento: foram mais de 45 mil curtidas.

3. Falar a linguagem do público-alvo

O Nubank é uma startup brasileira de serviços financeiros que surgiu há pouco tempo, mas ganhou notoriedade rapidamente.

Geralmente, empresas como essa, que administram cartões de crédito, costumam ter uma linguagem bem formal e burocrática. Porém, ao constatar que o seu público é formado por pessoas jovens, o Nubank decidiu utilizar um tom informal e divertido nas redes sociais.

Dessa forma, a empresa conseguiu fazer seu marketing com um orçamento razoável, levando seus seguidores a interagirem com as publicações e divulgarem espontaneamente a marca.

4. Oferecer algo em troca do engajamento

Você quer turbinar as curtidas e compartilhamentos? Que tal oferecer algo em troca? Foi isso o que a Pepsi fez, em 2013, criando uma campanha chamada Pepsi Like Machine.

A companhia distribuiu algumas máquinas de refrigerante em pontos estratégicos. No entanto, em vez de moedas, a máquina liberava a bebida se o consumidor curtisse a sua página no Facebook.

Claro que você não precisa criar nada tão engenhoso como isso, mas o público costuma ser receptível a esse tipo de ação. Basta oferecer brindes e descontos em troca da interação e observar o resultado.

5. Resolver situações chatas de forma criativa


Hora ou outra acontece algo inesperado com os produtos e serviços, então, o cliente procura a marca nas redes sociais para solucionar o ocorrido. Quando a empresa não resolve a situação da maneira adequada, sua reputação fica manchada.

O Nubank conseguiu resolver o problema de um cliente dando-lhe mais do que ele precisava, e essa ação viralizou nos meios de comunicação.

O cachorro desse cliente comeu seu cartão de crédito, deixando-o inutilizável. Quando soube disso, a empresa enviou um novo cartão (como de costume), um brinquedo para o cachorro morder, além de uma cartinha escrita à mão para o dono e sua “catiora” (aproveitando o termo popular na internet para se referir aos cães).

Portanto, para criar ações de engajamento no Facebook, é preciso conhecer a linguagem e hábitos do público-alvo, estar antenado com as tendências e ser proativo.

Achou o tema interessante e precisa de ajuda? Entre em contato com a gente para conhecer nossas soluções de marketing para seu negócio!

Você também pode se interessar por estes posts