estratégia on-line

A importância de uma estratégia on-line para a sua empresa

Muitos empreendedores se perguntam se é realmente necessário ter uma estratégia on-line para a sua empresa.

Se esse for o seu caso, atente-se aos números: o Brasil possui atualmente cerca de 210 milhões de habitantes. Segundo pesquisa realizada pela agência de marketing We Are Social em janeiro de 2015, o país possui um total de 110 milhões de usuários ativos na internet, o que corresponde a praticamente metade de sua população.

Isso significa que o brasileiro está mais conectado do que nunca. Sendo assim, é preciso entender como utilizar os recursos de marketing digital para administrar a presença on-line da sua marca, trazendo assim resultados efetivos em termos de posicionamento e gestão.

Quer saber mais? Então confira:

A importância do alcance na estratégia on-line de uma empresa


A presença de uma empresa em ambiente online precisa ser construída de maneira estratégica para que isso gere melhores resultados em vendas. Para tanto, existe uma série de recursos que podem ser utilizados visando alcançar o maior número de usuários na internet.

Entre eles é imprescindível citar o Searching Engine Optimization (SEO), um conjunto de estratégias adotadas para tornar um site mais amigável aos mecanismos de busca, como o Google e o Bing. Com elas sua página reúne maiores condições para ocupar o topo das pesquisas, tornando-se relevante para os visitantes.

Esses sites trabalham com algoritmos que analisam cada página presente na internet em busca de qualidade que as diferenciem e as tornem mais úteis para a audiência. Dessa forma, quando você investe em SEO consegue aperfeiçoar sua página em função dos critérios valorizados por esses algoritmos e assim otimiza sua presença em ambiente digital.

Já o Searching Engine Marketing (SEM) é o nome dado às ações pagas para anunciar na internet, os chamados links patrocinados. Algumas das plataformas que oferecem esse serviço são as do Google Adwords e do Facebook Ads, que permitem a criação de anúncios precisos nos sites com a maior audiência do planeta.

De acordo com a mesma pesquisa realizada pela We Are Social, hoje já temos 96 milhões de pessoas cadastradas nas redes sociais. Sendo assim, imagine o resultado prático para sua empresa de um anúncio direcionado para um site como o Facebook, por exemplo.

Focado em conteúdo, o Inbound Marketing é composto por instrumentos como o e-mail marketing, blogging, redes sociais, entre outros. Todos eles servem para nutrir o usuário com informações relevantes de maneira estratégica para cativá-lo até sua captura como cliente. Trata-se de uma das ações mais efetivas da web, já que envolve inteligência de mercado.

Quando sua empresa investe em Inbound Marketing, ela consegue fazer uso de todas essas ferramentas em função de melhores resultados em vendas.

A importância do engajamento na estratégia on-line de uma empresa

As mídias sociais revelam-se, nesse cenário, uma excelente oportunidade para a empresa melhorar o relacionamento com o cliente. Como? Permitindo a ela estar presente onde quer que o consumidor esteja. O SAC 2.0 (canal de atendimento on-line), por exemplo, é uma ferramenta essencial na aquisição e manutenção de consumidores.

Redes sociais como o FacebookTwitterInstagramLinkedInYouTube e Google+, indo muito além do que oferecem em termos de entretenimento, também são ótimas no que diz respeito à interação com o público, o que permite engajá-lo, divulgar produtos e serviços e trabalhar o branding empresarial.

Somente o Facebook já se aproxima da marca dos 2 bilhões de usuários. Isso, em termos de visibilidade significa uma oportunidade incrível de alcance para as empresas. Da mesma forma, redes sociais como o Twitter, por exemplo, permitem uma comunicação mais humana com os consumidores, capaz de transformar a imagem da marca em ambiente online e obter assim fidelização.

É preciso conhecer as peculiaridades de cada rede social e em função delas desenvolver uma estratégia para aproveitar cada oportunidade possível. Em comparação com o marketing tradicional, no on-line isso se dá de maneira consideravelmente mais fácil e econômica.

A importância da mensuração na estratégia on-line de uma empresa

Uma das grandes vantagens do ambiente digital é que nele tudo pode ser metrificado. É possível mensurar quantos usuários clicaram em determinado link, qual o comportamento do internauta em uma página e até mesmo saber o tempo médio gasto em diferentes dispositivos. Esses números fazem parte do chamado big data, ou seja, dados coletados que trazem a oportunidade de elaborar melhores estratégias digitais.

Você tem a seu dispor uma série de ferramentas para auxiliá-lo nesse processo e, acredite: elas valem a pena. Algumas delas como o Retorno Sobre o Investimento (ROI), são relativamente simples, bastando tirar a diferença entre a receita e o custo do investimento e dividi-la pelo custo do investimento. Outras exigem um pouco mais e oferecem resultados mais específicos.

O trabalho com métricas é uma grande vantagem do marketing digital em relação ao tradicional, pois por meio delas é possível acompanhar cada movimentação de sua campanha e assim alterar os rumos caso os resultados não sejam satisfatórios. É o oposto do que acontece quando você percebe erros em campanhas de TV, rádio e mídia impressa somente depois que as peças já estão em circulação.

A importância da segmentação na estratégia on-line de uma empresa

Com o conhecimento adquirido através da mensuração, há a possibilidade de alcançar os clientes e potenciais clientes de maneira específica, direta e personalizada.

Ferramentas de e-mail marketing e links patrocinados, por exemplo, viabilizam a filtragem de usuários por dados demográficos e geográficos, comportamento, interesses e mais uma grande variedade de divisões e especificidades. Assim, é possível atingir seus objetivos de acordo com o perfil do público-alvo.

Esse é outro grande diferencial do marketing digital. Com ele você pode se comunicar de maneira mais direta com o seu público e assim desenvolver mensagens mais relevantes para seus interesses.

Por fim, um detalhe deve ser ressaltado. Com a revolução digital dos últimos anos, é inevitável reconhecer que existe uma quantidade incontável de ferramentas disponíveis no ambiente digital, até porque é nele que estão os clientes, sejam os mais antigos, sejam os novos.

Nesse caso, mesmo que o empreendedor opte por não ter site oficial ou criar o perfil de sua empresa nas redes sociais, é certo que os usuários falarão sobre a marca de qualquer forma. As redes sociais abrem espaço para isso. Em casos de problemas com atendimento, por exemplo, será muito mais fácil para o consumidor ir até o Twitter e divulgar sua insatisfação com seus seguidores do que procurar o SAC da empresa.

É por isso que cabe ao empreendedor fazer a escolha entre administrar a reputação e utilizar as ferramentas como suas aliadas na estratégia on-line da empresa ou ignorar as vozes dos internautas cada dia mais presentes na construção de produtos e serviços.

Caso faça a segunda opção, certamente ele terá problemas para lidar com as consequências de uma imagem negativa dentro de um ambiente que cada vez mais cresce em termos de audiência e relevância.

Quer ajuda na criação de sua estratégia on-line? Então não deixe de entrar em contato com a gente.

Você também pode se interessar por estes posts