autoridade

5 passos para melhorar a autoridade do seu blog

A expansão dos blogs que aderem a inúmeras estratégias de marketing digital tem criado uma espécie de “funil” que filtra os melhores dos medíocres.

Embora tal afirmação possa soar agressiva, sua explicação se dá pelo fato de que, entre tantas publicações abordando um mesmo assunto, aqueles conteúdos de maior qualidade e relevância acabam se destacando diante dos olhos cada vez mais críticos de usuários cada vez mais exigentes.

Devido a isso, melhorar a autoridade do seu blog é o grande meio de dispersá-lo daquele fluxo de sites que cairão no esquecimento ao longo dos anos. A conquista dessa autoridade, embora não seja uma tarefa simples, pode ser feita seguindo alguns passos fundamentais que apresentaremos a seguir.

1. Seja um bom contador de histórias

Quando sugerimos que seja um bom contador de histórias, logo o leitor pode se imaginar contando histórias a uma criança, o que não é muito diferente na realidade de quem trabalha com marketing de conteúdo. A única diferença está no tipo de público que terá acesso a essas histórias, que, ao contrário das crianças, terá um critério de exigência muito maior.

Ser um bom contador de histórias significa fazer com que os leitores te sigam a longo prazo – ou enquanto o blog existir –, conseguindo um engajamento qualitativo, ou seja, focar no público para que pessoas comprem suas ideias e as carreguem para o dia a dia, ao invés de fazer números através de curtidas e compartilhamentos.

Kevin Spacey (sim, o excelente ator Kevin Spacey), em uma palestra realizada no evento Content Marketing World 2014, com uma maestria ímpar, nos ensina um pouco sobre esse conceito.

Conforme disse o renomado ator, o storytelling é constantemente usado no mundo corporativo com o propósito de utilizar a marca para resolver um conflito, isto é, identificar um problema vivido pelos clientes e propor uma solução. O conceito, no entanto, não se resume a isso.

Para construir essa autoridade com base em storytelling, é preciso, segundo Kevin, acrescentar mais dois “elementos” no processo:

Autenticidade

É muito comum os blogs entrarem no ciclo vicioso de se apoiar ao uso de palavras-chave, assim como ao sucesso efêmero, para alavancar o tráfego e o rankeamento no Google, o que acaba comprometendo de certa forma o engajamento.

Para conseguir a autenticidade, é preciso manter-se verdadeiro à sua marca e voz, assim o público responderá a essa autenticidade com entusiasmo.

Empreendedorismo

Assumir riscos é algo que faz parte de quem se dedica a produzir conteúdo. Portanto, saber enxergar potencial em algo inexplorado e depositar confiança ao se expressar a respeito é o que sempre fez com que muitos alcançassem o sucesso.

O risco do equívoco sempre existirá, porém, leva-se em conta que são mais bem recompensados aqueles que assumem esses riscos. Então, bote sua mente para trabalhar!

2. Apresente dados e estudos para reforçar suas ideias

É sempre bom ter propriedade no que diz e expressar-se de forma limpa e inteligível, mas, ao fazer uma série de publicações desprovidas de dados que corroborem com suas afirmações, isso pode acarretar em algo muito difícil de se reverter: o público passar a considerar o conteúdo muito pobre.

Da mesma forma que a autoridade exige um espírito de empreendedor, ela também exige que sejamos mais científicos ao abordar alguns assuntos com frequência. Isso significa que orgulho e ego não podem entrar em cena, afinal, até os mais renomados cientistas precisam comprovar que suas teorias procedem.

Os dados, por sua vez, podem ser apresentados em forma de estudos de caso, levantamentos estatísticos, pesquisas com os próprios leitores, etc.

3. Utilize a mesma linguagem do seu público

Você está na busca pela autoridade do seu blog, algo que só é adquirido quando pessoas que se enquadram em um determinado nicho, ou seja, quanto maior o número de seguidores dentro de um público restrito, maior será a autoridade e a reputação da página.

Sendo assim, procure sempre envolver-se com esse público falando a língua dele, entendendo de fato quem é a sua persona. Um público muito jovem, por exemplo, não se interessará por um texto cujo vocabulário seja complexo, assim como um público formado por quem ocupa grandes cargos no meio corporativo não levará a sério um texto que aborde de modo informal os assuntos de seu interesse.

No mais, independentemente de se expressar formal ou coloquialmente, o objetivo deve ser sempre o de facilitar o entendimento, procurando ir direto ao ponto, evitando inserir detalhes desnecessários. E por mais óbvio que seja, outro ponto em comum aqui é atentar-se ao uso correto do idioma (seja qual for), pois um erro grotesco pode comprometer a leitura.

4. Melhor que ser apenas lembrado é também ser semeado

Os internautas estão sedentos por conteúdos ricos, afinal, todos nós que pesquisamos temos como principal finalidade aprender alguma coisa. Então, tudo que os seguidores de um blog mais esperam é que conhecimento de qualidade seja transmitido.

Se o tema é economia, por que não iniciar um curioso – através de uma rápida capacitação – a investir na bolsa de valores? Quando o assunto é saúde, ensinar a realizar autoexames é um ótimo meio de difundir conhecimento. O blog fala sobre o mundo automotivo? Talvez boa parte dos leitores se encantaria por um tutorial sobre como fazer a própria revisão do automóvel ou como ajustar o som automotivo.

Fazendo isso, além de estar sendo útil ao seu público, estará permitindo, também, que o mesmo trate de divulgar o conteúdo do blog a quem mais se interessar pelo assunto.

5. Destrinche um mesmo tema

Constantemente nos deparamos com um mesmo dilema: produzir um texto mais curto abordando o que é mais importante ou expandi-lo resumindo vários pontos?

Ao invés de optar por um ou outro, pode ser muito mais proveitoso publicar uma série de conteúdos abordando cada ponto de forma detalhada e esclarecedora, fazendo posteriormente a linkagem interna entre cada post para conduzir o leitor a uma espécie de programação, otimizando o tráfego e oferecendo algo relevante e rico – e reforçando a autoridade do seu blog.

Lembre-se do valor intrínseco

Através deste artigo você aprendeu sobre como melhorar a autoridade do seu blog com 5 dicas essenciais, que nos leva a uma simples – porém preciosa – lição: devido a enorme competitividade dentro do universo digital, é muito fácil esquecermos a valorizar o público e sua experiência dentro do nosso blog. Por isso preste muita atenção nesse detalhe e pode ter certeza que você terá um blog de sucesso!

Quer aprender mais sobre o assunto? Confira um ebook completo sobre marketing digital!

 

Escrito por:
Ana Flávia Muniz
Especialista em Marketing de Conteúdo da Rock Content

avaliação

Você também pode se interessar por estes posts