5 formas de usar as redes sociais com eficiência

Mesmo antes de querer consumir, seu cliente certamente passa o dia todo na internet, mais especificamente nas redes sociais. Nesse contexto, fica impossível criar uma estratégia de vendas para ele sem apostar no marketing digital e na divulgação nesses canais.

Para isso, é preciso estar atualizado com as redes do momento e saber em qual delas seu cliente está. Fazer posts iguais apenas para Facebook e Twitter não é suficiente. É preciso inovar, diversificar e, principalmente, descobrir a melhor forma de alcançar seu público-alvo. Conheça novas formas de usar as redes sociais e surpreenda seu cliente!

Facebook

Muita gente acha que redes sociais não dão retorno real e palpável. Prova de que isso é balela é a estratégia que o McDonald´s vem usando no Facebook em 2016 para burlar a crise no Brasil. Por meio de posts patrocinados com simples cupons de desconto, a rede conseguiu levar muitos clientes às lojas e, o melhor, com a confirmação, segundo dados, de que a atração de fato ocorreu pelas redes sociais.

Outra forma de ter um ROI palpável na maior rede social do mundo é por meio dos botões de call-to-action, como “baixe o app” ou “peça online”. Cada vez mais comum em todas as redes sociais, esse é um mecanismo que chama a atenção do usuário e traz resultados reais para as empresas. Sem contar que é extremamente focado no uso do mobile, uma das principais tendências desse mercado.

Youtube

Um dos fenômenos que hoje mais crescem no Brasil e no mundo surgiu no Youtube: o de negócios que começam nas redes sociais. É o caso da Galinha Pintadinha, que foi lançada em 2006 na plataforma apenas para que seus criadores tivessem um link para enviar a um potencial cliente e, hoje, por conta do sucesso na internet, traz milhões de faturamento.

O Youtube se transforma cada vez mais na TV online, especialmente para o público infantil e adolescente. Se sua marca tem as crianças e os jovens como público-alvo, invista no canal!

Twitter

Famoso pelos textos curtos, o Twitter se transformou em plataforma para comentar aquilo que se vê na TV. Neste ano, por exemplo, duas emissoras transmitiram o Oscar 2016 no Brasil: o canal pago TNT e a Rede Globo. Quem tinha TV por assinatura provavelmente optou pela transmissão da TNT (até por conta da possibilidade da tecla SAP), mas no minuto que começaram a pipocar memes na internet (especialmente no Twitter) sobre a atriz Glória Pires como comentarista na Rede Globo, a audiência do canal aumentou consideravelmente.

Instagram

O Instagram também criou um fenômeno inédito no mercado das mídias sociais. Diversos perfis criados no canal postavam seu catálogo de moda feminina e disponibilizavam um número de telefone na descrição. Pelo Whatsapp, as clientes perguntavam o preço, as condições de pagamento e, por ali mesmo, finalizavam suas compras. A prática gerou um boom de marcas exclusivas do Instagram, que não têm nem loja online. Ou seja, a rede social é uma ótima oportunidade para quem é do mercado de varejo de moda.

Pinterest

Criada para ser um mural de referências, essa rede social é focada em nichos de conteúdo (como moda, gastronomia, design e decoração) e, por isso, deve ser usada por empresas de mercados específicos. A comunicação por lá é feita por meio das próprias imagens e uma das principais vantagens são os botões de call-to-action, que podem levar à loja online.

Outras Redes Sociais

Além dessas, existem ainda Snapchat, Google+, SlideShare, Twitch e muitas outras. A verdade é que a cada dia surgem novas. Para definir a melhor divulgação nas redes sociais para a sua empresa você precisa estudar a fundo seu cliente e saber qual delas ele usa. A partir daí, pense em estratégias multicanais e adapte sua linguagem a cada uma delas.

Hoje em dia, uma das principais tendências de marketing é o Betterment, que prega que, mais que saber quais tecnologias as pessoas estão usando ou vão usar, as empresas devem focar nas necessidades que levam o cliente a buscar as tecnologias. Pensando na raiz da questão, você conseguirá atingi-lo de forma muito mais profunda.

Agora, se você ainda está perdido no universo do marketing digital, baixe nosso e-book gratuito e aprenda por onde você deve começar!

Você também pode se interessar por estes posts